Mercado digital brasileiro

Em pesquisas realizadas pela ABES – Associação Brasileira das Empresas de Softaware – e pela Interactive Advertising Bureau (IAB) Brasil, os investimentos somente nas áreas de TI e publicidade digital têm previsão de aumento de 7,5% e 15%, respectivamente, para este ano. Isso sem mencionar os negócios relacionados à social media, produção de conteúdo e desenvolvimento web e mobile, mais específicos, que apresentam maior preocupação estratégica sobre usabilidade e boa experiência do usuário. Outro setor que também ganha visibilidade em 2015 são as startups, muito procuradas por investidores “anjo” dispostos a apostar em ideias inovadoras.

 

Segundo Andréa Migliori, Diretora de Planejamento e Comunicação da Agência Badaró, especializada em plataformas digitais com o conceito UX, o crescimento do mercado digital acontece, justamente, porque as empresas passaram a entender sua importância para o negócio. “Diante de um mercado cada vez mais acirrado, saber lidar com o cliente ou usuário e oferecer novas possibilidades, utilizando a tecnologia, são primordiais para conquistar mais sucesso e espaço. Exemplo disso é a quantidade de sites de e-commerce que cada vez mais ganham novos adeptos. Além disso, o investimento nas intranets e redes sociais corporativas, também pensando no público interno, é uma alternativa para alinhar a comunicação da empresa, caso venha a enfrentar uma crise ou necessite de um reposicionamento no mercado”, explica.

 

De acordo com dados do Sebrae, além da alta demanda por serviços e produtos digitais, algumas vantagens foram listadas por empreendedores digitais entre os fatores fundamentais para sua dedicação ao segmento, como familiaridade com o meio virtual, custo reduzido de investimento inicial e menor necessidade de infraestrutura. Atualmente, no Brasil, 83% desses empreendedores são homens, com idade média entre 25 e 40 anos, e na maioria das vezes (52%) trabalhando a maior parte do tempo em seus projetos.

No Brasil digital é cada vez mais raro encontrar alguém que não tem acesso à internet, e estes acessos refletem diretamente o potencial do mercado digital brasileiro. Se antigamente apenas a parte mais rica da população tinha acesso à internet, nos últimos anos, com o lançamento dos smartphones isso está mudando. E é por isso que a frase “Se você não está na internet você não existe”, está fazendo cada vez mais sentido para o mundo dos negócios!

 

Mas, se você ainda não se convenceu de que a internet é o lugar onde você precisa estar, vejamos alguns dados:

 

Gráfico de usuários da internet nos últimos anos

Antes de mostrar o gráfico, preciso te lembrar de que a internet surgiu em 1995, mas até o ano 2000, menos de 3% da população tinha acesso. Já em 2005 tínhamos cerca de 20% da população brasileira acessando a internet, um crescimento bem expressivo para 5 anos. E em 2013, mais de 51% da população tinha acesso à internet. E tenho certeza de que você quer e precisa atingir essas pessoas para alavancar seu negócio.

 

Brasil digital

 

Uma coisa a ser levada em consideração é que praticamente todo usuário da internet pesquisa sobre um determinado produto ou serviço antes de compra-lo. Ou seja, se você não está na internet, mas seu concorrente está, quando algum potencial cliente procurar pelo produto ou serviço na internet ele encontrará o seu concorrente, ou seja, ele já saiu na sua frente!

 

Evolução dos negócios

As lojas virtuais brasileiras movimentaram cerca de 18,6 bilhões de reais nos primeiros 6 meses de 2015, o que é 16% a mais do que foi movimentado no mesmo período em 2014. Também considerando os primeiros 6 meses de 2015, 17,6 milhões de pessoas fizeram ao menos uma compra online.

 

Se antes os brasileiros tinham um pouco de medo de fazer compras online, hoje as facilidades estão vencendo o medo. As compras online fazem tanto sucesso por que é muito mais fácil comparar preços, encontrar o melhor produto e ainda, na maioria das vezes, encontrar feedbacks de outros consumidores sobre aquele produto.

 

compra na internet

 

E, seguindo essa mesma linha de mudanças na hora das compras, a internet ajuda os consumidores a comprar melhor. Se antes as pessoas compravam um item por que viam uma pessoa famosa usando, ou por que uma famosa fez a propaganda, hoje as pessoas compram após ver que pessoas como elas compraram e aprovaram os produtos. E é por isso que as propagandas também estão mudando. O artigo “O comportamento do consumidor na internet | Como vender mais” lhe ajudará a entender ainda melhor esta questão.

 

Se antes você dispendia milhares de reais para pagar um famoso para fazer sua propaganda, hoje é muito melhor dispender  menos dinheiro e pagar uma propaganda em algum blog famoso, que tenha a ver com o seu produto. Mas vale ficar atento: a maioria dos blogueiros só fazem a propaganda após se certificarem de que o produto é bom e vale a pena!

 

Mas, antes de você sair correndo para colocar sua empresa na internet, temos mais alguns dados que são do seu interesse.

 

Acessos: volume de acessos x canais

Se antes a internet era restrita ao uso em computadores, hoje o seu uso está distribuído entre smartphones, tablets e celulares. E dependendo do seu produto, você também pode ter a smart tv como um dispositivo.

 

acesso à internet

 

O computador ainda é o meio mais utilizado para acessar a internet, ficando com 80% dos acessos, mas os smartphones não ficam muito atrás, contando com 76% dos acessos. Os tablets tem cerca de 22%.

 

Por isso, ter um site que seja adaptado para diversos dispositivos não é importante, mas sim essencial para quem quer marcar presença na internet de forma profissional. E se os clientes não fossem motivos suficientes para isso, agora o Google está penalizando sites que não são adaptados para internet, ou seja, ele está dando prioridade, e mostrando na sua primeira página sites que são adaptados!

 

Outro ponto importante de ressaltar é que a maioria das pessoas fica grande parte do tempo nas redes sociais e por isso estar nas redes sociais é tão importante quanto estar na internet. Mas, não basta apenas estar. Perfis ou Fan pages desatualizadas passam uma impressão pouco profissional para os usuários da internet, por isso, antes de sair por aí criando perfis em todas as redes sociais, tenha certeza de que você conseguirá manter todos atualizados!

 

E, se você ficou animado com as possibilidades que a internet pode te abrir, se quer colocar o seu negócio no Brasil Digital, mas não sabe muito bem por onde começar, não se preocupe, você pode contar com a minha ajuda profissional, basta entrar em contato clicando aqui!

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.