Uma das coisas mais raras hoje em dia (para os leigos, bien sûr) é dissociar o luxo da ostentação. Como vestir-se bem, adequadamente, sem parecer exagerada? Como equilibrar seu poder aquisitivo, suas necessidades de exclusividade, com uma aparência sóbria ou que apenas sinalize, sem maiores detalhes, que você é amante das coisas boas e raras da vida? Tão complicado não?

Ser luxuoso também tem a ver com preservar-se em um mundo tão cheio de disparidades sociais. Se para alguns o luxo é o tempo e para outros um iate de 100 pés, como manusear esse conceito? Rapidamente me vem à mente a palavra: pureza.

Comecemos por aqui. Ao escrever essas linhas, também aprendo. Por isso, não quero complicar. Para não parecer que o luxo é chato. Ele é tudo, menos isso. Ele tem que ser algo realmente especial. Na minha concepção, luxo é como a ética e a moral. É algo pessoal. Não pode ser uma unanimidade. Divago. Quero falar do luxo no vestir.

Minha primeira imagem é: uma mulher inteligente que vende o luxo de sua conquista de poder no trabalho e faz da roupa a representação disso. Escolhi Anna Wintour para exemplo maior. Mas temos muitas outras. O que faz uma mulher parecer luxuosa? Vamos dar uma analisada? Convido a olhar as fotos. Vamos achar a pureza no luxo de algumas lindas mulheres que passearam por Paris nesse inverno?

Exercício para todos nós. Vem comigo nas fotos?

Abelha rainha

 Abelha rainha

Anna Wintour é a mulher mais famosa do mundo da moda. Muito pela sua inteligência e sabedoria em lidar com as tramas que envolvem grandes marcas de luxo e as publicações da Vogue América e todo o conglomerado de revistas da editora CondeNast do que por suas roupas. Ela é a grande chefona e tem seus truques de ligação com o luxo. Um cabelo impecável que não muda NUNCA. Tailleurs ou vestidos que valorizam seu corpo magro e pequeno e a discrição de quase não sorrir e ser reservada em todas as suas aparições. Estude bem sua imagem. Tem muita informação de moda e luxo nela.

Olé

Olé

Ela tem uma tradição no ar. A roupa indica. O ano será dos casacos mais curtos. Se amplia as cores na parte de cima, recata na parte de baixo. As calças de cintura alta são a cara do luxo e da pureza dele no vestir.

Não falha

Não falha

Uma combinação que não fica nunca dissociada do luxo. Tudo Dior. Tudo perfeito. Classicismo no preto e branco e na discrição de cada detalhe. Pureza.

Faça como ela

Faça como ela

A única It-girl que o Brasil tem é ela. Heleninha Bourdon anda sempre hiper bem vestida. Toda no luxo, mas o que a faz mais perfeita é a educação que tem. Sem preço de mercado. Valor pessoal.

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.